domingo, 2 de novembro de 2008

"Em que contribuem"



...entre outros fins, as atividades rítmicas contribuem para o
desenvolvimento dos sentidos, em especial o da audição, ao fazer do
corpo um dócil instrumento de interpretação do ritmo, contrariando as
tendências à mecanização e à imitação passiva de si mesmo e dos
outros indivíduos.
Música“Utilizada em sala de aula, a música melhora a atenção, concentração, memória, raciocínio lógico e ainda trabalha a emoção”, discorre a musicoterapeuta Ana Paula Cascarani, que ministra a oficina sobre música e desenvolvimento humano.
Especialista em psicopedagogia e mestre em Educação, ela enfatiza que a música favorece o desenvolvimento humano em geral e, principalmente, o infantil, sendo um instrumento a mais para o professor utilizar em classe. “A melodia está relacionada à emoção, o ritmo ao movimento e a harmonia à inteligência. Quando o professor utiliza esses elementos na aprendizagem, a criança aprende com mais facilidade. A música é uma linguagem própria dela, está dentro dela; só precisamos resgatar e saber trabalhar esse ponto”.
A professora-recreacionista Maria de Fátima Fernandes Costa, que participou da oficina sobre a música, achou muito interessante o assunto. “Na Educação Infantil, trabalhamos bastante com música, mas muitas vezes deixamos de aproveitar pontos que poderiam ser mais bem explorados. Aqui está a oportunidade de aprender o que podemos fazer a mais com a música”, analisou.

Nenhum comentário: